Doze anos se passaram desde da fundação da Aequalis Arquitetura e Engenharia de Software. Realizamos certamente vários desafios que pareciam impossíveis. Parece exagero, mas sim, atuar em alguns segmentos é quase que uma missão impossível. Entretanto, por competência e conduta, habilidade e conhecimento, esforço e dedicação diversos produtos e serviços foram entregues.

E depois de nadar tanto, morrer na praia? Não! É preciso respeitar o legado. Uma vez escutei essa frase, e sempre me colocava a pensar no que ela significava. Hoje sinto que tem relação com aproveitar ao máximo o que foi semeado, cultivado, ou seja, honrar tanta vida empregada em um projeto, produto ou ideia. Claro, não se trata de apegar-se. Mas de reutilizar, remanufaturar, reciclar e aproveitar todas essa energia para continuar uma jornada.

Assim a Aequalis está depois de alguns anos estudando como avançar em cenários complexos, de volatilidade, incertezas e constantes mudanças. É preciso estar fixo a alguns objetivos, entretanto fluindo leve ruma ao futuro . E certamente com princípios, valores e uma equipe capaz de respeitar o legado e imaginar juntos o futuro, seremos capazes de florescer e frutificar nesse cenário de completa transição.

Chegamos decididos a terminar o que começamos, de uma forma mais singela, pequena até, talvez, mas sim, depois de tantas iniciativas, invocamos a “acabativa” e a utilidade de servir o público que nos escolheu – apreciando que nossos produtos sempre foram “demandas” de um setor.

Servir, colaborar e facilitar o trabalho de um cliente, um segmento é um sentimento de dever cumprido, que trás leveza e gratitude. Assim estamos hoje ao regenerar nosso legado para levá-lo ao próximo nível. E você, vem com a gente?